Sobre o Arquivo
Reunida no Arquivo de Cultura Portuguesa Contemporânea, a colecção de Espólios literários da BN iniciou-se em 1981 com seis espólios - Almeida Garrett, Eça de Queirós, Jaime Batalha Reis, Camilo Pessanha, Fernando Pessoa e António Pedro - então já à guarda da Divisão de Reservados. A estes se têm vindo juntar, ao longo do tempo, outros nomes representativos do universo literário e histórico-cultural português. Inclui, actualmente, um conjunto de acervos de alguns dos autores associados às correntes de pensamento mais marcantes dos dois últimos séculos: a Geração de 70, o Grupo de Orpheu, o Grupo da Seara Nova, o Grupo da Presença e o Grupo Surrealista. Está também representada a revista Vértice, mas não só. Para além desses e de outros autores incontornáveis no domínio da História da Literatura da segunda metade de Novecentos, guarda ainda o Arquivo Histórico-Social, importante fonte de investigação para o estudo do Movimento Anarco-Sindicalista.

Adquiridos por compra, mas também - e em número significativo - por doação de particulares, os Espólios estão organizados em quatro grupos:

Espólios
(BNP Esp. E)
Colecções (BNP Esp. N)
Depósitos
(BNP Esp. D)
Manuscritos Avulsos (BNP Esp. A)

A distinção entre os dois primeiros grupos reside nas características dos acervos. No terceiro reúnem-se os espólios literários recebidos na BN para tratamento documental, mas que, regra geral, continuam a ser propriedade privada. O quarto é constituído por peças ou núcleos de documentação esparsa.
© 2004 Biblioteca Nacional de Portugal. Actualizado a 16-05-2008
Com o apoio do POSI | Com o apoio do programa Portugal Digital | Com o apoio do programa FEDER, da Uniãao Europeia